Clínica Bonaldi

TRATAMENTO CLÍNICO

A vida sedentária e a falta de atividade física têm sido implicadas como os grandes vilões da obesidade, e a introdução do exercício físico e do esporte são considerados como o divisor de águas na vida do obeso, sendo extremamente importante que não apenas os hábitos alimentares sejam modificados, mas que a introdução do exercício físico seja mais um dos passos em direção a uma nova postura em relação à sua saúde e seu estilo de vida.

À medida que se perde peso devido a uma dieta hipocalórica, um mecanismo orgânico compensatório é ativado para que, automaticamente, o gasto de energia diminua. O gasto energético passa a ser aproximadamente 15% menor que o esperado para o peso atingido, e visa estabelecer uma poupança no consumo de nutrientes, fazendo com que o indivíduo tenda a retornar ao peso anterior. É por essa razão que a maioria das medidas usualmente adotadas para a perda de peso não apresentam bons resultados em longo prazo, e a pessoa volta ao peso original. A introdução do exercício físico tem a capacidade de agir de duas maneiras que levam à perda de peso.

Em primeiro lugar, o gasto metabólico em repouso é modificado, driblando o efeito compensatório de reganho de peso; em segundo lugar, está a própria ação de gasto energético que a atividade física impõe. As atividades devem ser iniciadas e aumentadas paulatinamente a partir do 15º dia pós-operatório. À medida que o peso vai se normalizando, a prática da atividade física vai se tornando mais fácil e mais prazerosa.