Clínica Bonaldi

TRATAMENTO CLÍNICO

O Pós-operatório da Cirurgia Bariátrica


Após a cirurgia bariátrica, todos os pacientes precisam de um acompanhamento especializado que envolve avaliações permanentes pelo cirurgião e pelo endocrinologista, cuidados nutricionais minuciosos, o início da prática de exercícios físicos e o apoio psicológico quando necessário.

Acompanhamento médico

Logo após a cirurgia, são necessárias consultas bem próximas. A primeira é realizada entre 7 a 10 dias após o procedimento para a remoção dos pontos cirúrgicos e/ou drenos, a consulta subsequente é feita com trinta dias de pós-operatório e as próximas são realizadas em média a cada três meses durante o primeiro ano.

No segundo ano de cirurgia, as consultas devem ser semestrais e, finalmente, após o terceiro ano, as avaliações passam a ser anuais para um check-up.

Normalmente recomendamos uso de suplementação de pelo menos um polivitamínico diário e, eventualmente, recomendamos alguma vitamina específica como complementação àquelas ingeridas na dieta para os pacientes que apresentem deficiências ou perda de peso muito rápida. É possível também que o uso de drogas para controle de diabetes, hipertensão e aumento do colesterol tenha que ser revisto ou até suspenso com a redução do peso.

É importante que o paciente não falte às consultas e siga todas as orientações do seu cirurgião e de seu endocrinologista.

Cirurgia plástica

Ao alcançar e se estabilizar no peso adequado, o que se dá normalmente após um ano e seis meses após a cirurgia, o paciente poderá ser submetido a cirurgias plásticas para retirada do excesso de pele e tecido subcutâneo (dermolipectomia), lipoaspiração e outros procedimentos, caso necessário.

A necessidade irá depender de fatores individuais como elasticidade da pele, idade, distribuição de gordura, atividade física, fatores de risco, análise de custos, etc. e deve ser indicada pelo cirurgião plástico após avaliação.

Gravidez

A gravidez é uma contraindicação para a realização da cirurgia. No pós-operatório de cirurgia bariátrica, o ideal é que sejam utilizados métodos contraceptivos até a estabilização do peso, pois é possível haver muitas complicações durante a gestação de mulheres que estão no processo de emagrecimento rápido e intenso.

Normalmente, o feto tem prioridade em relação à mãe durante a gravidez. Mesmo assim, o aporte nutricional não deve ser diminuído neste período, sob pena de comprometer a saúde da mãe e do feto. Portanto, caso as pacientes com menos de um ano e seis meses de cirurgia bariátrica engravidem, o cirurgião deve ser informado para que seja garantida uma boa nutrição e uma gestação sem alterações do desenvolvimento fetal.