Clínica Bonaldi

Um dos caminhos para o tratamento clínico da obesidade ou sobrepeso são as dietas. Na verdade, termos como: "dietas" e "regimes" não levam a um resultado real. Dieta tem data certa para começar e data certa para terminar, isso quando não termina após 24 ou 48 horas.

Ninguém vive de dieta a vida toda, nem passa fome quando tem o que comer. Um período de restrição alimentar seguido de um período de consumo exagerado, mais prejudica a perda de peso do que auxilia.

Não há sentido em seguir um padrão alimentar que não tenha um bom fundamento, somente para ficar mais leve na balança. Lembrando que, estar leve não significa estar magro.

Na questão alimentar é fundamental conhecer o paciente de forma individualizada, ajustando sua alimentação não somente de acordo com suas necessidades nutricionais, mas também de acordo com sua rotina, preferência alimentar e possibilidade econômica.

É importante compreender que um padrão alimentar que funciona para um paciente não funcionará para todos. Existem pacientes que se adaptam muito bem a alimentação com restrição aos carboidratos enquanto outros se adaptam melhor a alimentação com restrição as gorduras, por exemplo.

De uma forma geral, o que é fundamental em qualquer linha de alimentação, é o consumo de alimentos menos processados, o menor consumo de industrializados e maior consumo de "comida de verdade". Estamos deixando de consumir alimentos para consumir produtos, e esse fator está intimamente ligado aos níveis de obesidade que vemos hoje em dia.

Agora se a alimentação será a base de carboidratos ou a base de gorduras, é uma adequação que deve ser feita em conjunto, paciente e nutricionista. De uma forma geral, em relação às dietas, a melhor dieta é aquela que serve para você.


Dra. Marilu Ferrari
CRN 12033